logo  
______
HOME | O INSTITUTO | PROJETOS | PARCEIROS | NOTÍCIAS | AGENDA | GALERIA
 
 

Guilherme Betiollo, educador físico e ex-técnico de educação ambiental do Instituto Carijós, ministrou aulas do curso e aplicou nos alunos do módulo 8 os testes físicos obrigatórios. Betiollo afirma que “o trabalho neste projeto foi fruto de uma conquista da ONG, que surgiu da consolidação da parceria de dois anos entre instituições”.
 
A ilha conta com quiosque de recepção e limite de 800 desembarques diários. Há monitores nas entradas das trilhas e distribuição de sacos de lixo. As trilhas só podem ser feitas com acompanhamento de guia.

Segundo Cíntia Costa Chamas, arquiteta e responsável pela gestão da ilha, o retorno tem sido bom. “Já recebemos muitos depoimentos positivos sobre a ação, que serve como instrumento de divulgação do patrimônio cultural e ambiental”, diz. Uma parte da receita obtida com o trabalho dos monitores é retida para a administração e conservação da ilha e outra é destinada à remuneração da equipe.

Os roteiros de trilhas variam de acordo com o grau de dificuldade da atividade, há sítios arqueológicos com desenhos rupestres por todo o costão e os monitores oferecem aos visitantes informações sobre a geografia, a fauna e a flora do local. “Um dos momentos mais gratificantes do curso acontece quando as aulas de campo começam”, comenta Cíntia.

continua 1|2|3
imgvolta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquivo