logo  
______
HOME | O INSTITUTO | PROJETOS | PARCEIROS | NOTÍCIAS | AGENDA | GALERIA
 
 

O Sargento Laertes Wagner, coordenador do curso, afirma que entre as disciplinas oferecidas na formação dos pescadores estão técnicas de navegação, relações interpessoais e ecologia marinha. “A visita à ESEC Carijós serviu para apresentar o ambiente aquaviário aos visitantes e lembrar a eles a importância da conservação dos berços de pesca. Sempre digo que preservamos hoje para pescarmos amanhã”, diz.

Pereira ressalta que, durante as três horas de visitação, procurou alertar os pescadores sobre o papel dos manguezais, dos quais grande parte da fauna marinha depende para se reproduzir e alimentar. No encontro, discutiram-se a pesca predatória e a sustentável e também o conflito entre pescadores industriais e artesanais. “Se quem mais depende do mar para sobreviver não tiver a consciência de que ambientes marinhos como os manguezais devem ser mantidos intactos, quem mais terá?”, comenta o futuro geógrafo.

imgvolta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquivo