logo  
______
HOME | O INSTITUTO | PROJETOS | PARCEIROS | NOTÍCIAS | AGENDA | GALERIA
 
 

mata atlântica e saneamento básico (água, esgoto e lixo). O tema desastres naturais foi incluído no programa em função dos desmoronamentos ocorri­dos no Estado em 2008. “Nosso objetivo é desper­tar a percepção das crian­ças para com o meio em que vivem”, afirma Joyce Freitas, coordenadora do projeto.

Ana Ternes, estudante de geografia e estagiária em educação ambiental do IC, atua nas escolas Desdobrada Praia do Forte e Básica Municipal Luiz Cândido da Luz. Ela relata que a educação ambiental é um desafio diário e que é preciso compreender a realidade de cada comunidade. “Nós não falamos: ‘é assim que se deve fazer’ ou ‘é assim que se deve pensar’. Tentamos estabelecer uma troca, aguçar a crítica nas crianças”, diz.

A professora Tânia Gonçalves, que acompanha as atividades da ONG em uma das turmas da Escola Básica Dr. Paulo Fontes afirma que devemos apostar nas crianças. “Elas são o hoje, o amanhã e podem transformar o ontem.” Após uma das aulas, a aluna Kamila Morim, 9 anos, definiu meio ambiente como sendo tudo o que existe ao nosso redor. Laís Ferreira, 10 anos, diz que “em um mundo perfeito não tem desmatamento nem poluição.”

 

continua1|2|3|4
imgvolta

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquivo