logo  
______
HOME | O INSTITUTO | PROJETOS | PARCEIROS | NOTÍCIAS | AGENDA | GALERIA
 
 

diferentes, onde eu não entenda o idioma, não conheça muito sobre a cultura.
N –
Foi algo de muito espontâneo. Planejei viajar para o exterior, procurei por países de língua espanhola, mas recebi uma oferta da AIESEC para vir para São Paulo. Não deu certo, pois não era o que eu buscava no Brasil. Florianópolis me pareceu o lugar ideal, uma cidade linda, cheia de vida e natureza. Na Alemanha ouvimos falar no Brasil como sendo um país belo e caloroso. Para mim, a vivência é especial porque quero conhecer as pessoas daqui, a sua cultura, saber como elas vivem, trabalham.

6. Quando você chegou ao Brasil e por quanto tempo permanecerá no país?
S – Eu cheguei no dia 4 de setembro e volto para a Alemanha no dia 20 de outubro.
N – Eu cheguei no dia 18 de setembro e retorno à Europa no dia 15 de dezembro.

7. Por que você escolheu trabalhar para o Instituto Carijós (IC)?
S – Eu não escolhi, colocaram-me aqui, mas estou feliz por trabalhar com vocês. O Instituto Carijós é uma organização idealista, a qual trabalha com educação. Isso é muito importante, já que ela é uma ferramenta de transformação. Fiquei surpreso com a quantidade de projetos que a ONG possui. Quero aprender no dia-a-dia, no contato com as crianças – que são o futuro do planeta –, na convivência com a equipe.

continua1|2|3| 4|5|6
imgvolta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquivo